HISTÓRIA


TODA HISTÓRIA DE SUCESSO,
TEM SEU PONTO DE PARTIDA.
CONHEÇA O NOSSO GRANDE PROFESSOR
GERALDO CHACON e obrigado pela visita.

PROMOÇÃO ESPECIAL PARA JUNHO E JULHO
. Escolha o livro que você quiser, em PDF, em seguida envie o título do livro e o endereço do seu e-mail para que o PDF lhe seja enviado de presente, faça isso pelo ZAP 22 999969976.


N o início de 1979, fui contratado para escrever material didático de Literatura para o curso CAPI vestibulares e, por consequência, me convidaram também a lecionar, o que fiz até início do ano seguinte, quando fui contratado para lecionar no importante curso Pré-Médico, um dos melhores naquele tempo. Além disso, também na Consolação, outro curso, o CPV, que até então não tinha Literatura, solicitou que eu preparasse o material deles e assumisse as aulas. Com isso não me sobrava mais tempo para manter o antigo emprego.

Em 1991, já estava trabalhando no curso Anglo, que havia assumido o curso Pré-Médico. Ali conheci o professor José Luiz Amzalak que me convidou a escrever, para um livro dele, um estudo e resumo dos livros A cidade e as serras de Eça de Queirós e Dom Casmurro de Machado de Assis. O que fiz, com o pseudônimo de Fernando Amora, mas no ano seguinte, mais confiante, já fizemos o segundo livro, dividindo tanto o trabalho de escritura quanto de impressão. Em 1992 o famoso curso Stockler encomendou uma edição especial somente para eles. Foram publicações independentes, até que criamos a editora Buritis. e assim foram vários anos seguintes. Em um deles, nosso livro chegou a ficar na lista dos dez mais vendidos, segundo pesquisa do Datafolha.

E m 2015, professor Chacon resolveu iniciar um sonho que alimentava há vários anos. Compor uma coleção abordando todos os estilos de época (escolas literárias) com análise e condensado das principais obras dos melhores escritores de cada período. Seguindo o mesmo padrão dos livros que escrevia para vestibular, elaborou os 4 primeiro volumes dessa coleção. No segundo semestre de 2019, conseguiu concluir a coleção com 9 livros. Título: APRESENTAÇÃO DA LIT. PORTUGUESA E BRASILEIRA.

CONTA COMO INICIOU A PRODUÇÃO POÉTICA.

A ntes de 1986 eu escrevia em máquina de datilografia. Assim ficavam gravados meus primeiros poemas. Assumi o compromisso de participar de um concurso no Teatro Municipal de Pouso Alegre, cidade em que também lecionava, e vivia imaginando para o concurso um palhaço, que seria meu personagem, entrando no palco e cumprimentando o público: “Boa noite”. E só. Fiquei nisso por meses, até que alguém de lá me telefonou avisando que no dia seguinte terminaria o período de inscrição. Como tinha aulas vagas antes e depois de um intervalo , isolei-me numa saleta para escrever e o poema jorrou da cabeça para o papel como se o próprio palhaço me invadisse e movimentasse o meu braço. E foi um sucesso nas apresentações do teatro e depois em minhas aulas.


A MOTIVAÇÃO - Havia uma sala que tinha mais de cem alunos. Dois professores já se haviam irritado e abandonaram as aulas. O último chegou a arrebentar o microfone no chão e gritar que com ele era na poesia ou na porrada! Fui escalado para aquele desafio. .Entrei na classe preparado para tudo, fui escrevendo na lousa o que seria o roteiro de minha aula. Por duas vezes, virei-me para a classe barulhenta e pedi silêncio. Quando terminei a lousa e me virei para explicar a matéria, constatei que as conversas não parariam, então explodi urrando:

O que estão pensando? Comigo também é na poesia ou na porrada!

Silêncio total. Ninguém se mexia. Eu estava no corredor do meio, perto da primeira fileira de carteiras, repentinamente sentei-me no colo do rapaz que estava próximo e falei com voz doce: “O que você quer que eu declame?” Todos caíram na risada.

Esperei, fiz sinal com a mão de que desejava me explicar, e consegui um maravilhoso silêncio. Com seriedade e sinceridade falei que os outros dois professores eram meus amigos, muito amigos, eram excelentes professores e que eu não conseguia entender por que não se deram bem com eles. Via que eles eram inteligentes e que precisávamos fazer um esforço para conseguir que as aulas fossem excelentes para que eles tivessem bom resultado no exame vestibular. Propus que, se as aulas corressem bem, eu daria dez minutos do final de uma aula ou outra para que eles se apresentassem. E foi sempre assim, colaboraram muito até o último dia. Pediram para eu terminar a penúltima aula e deixasse para eles a última. Assim fiz, e eles fizeram uma linda festa para mim, de despedida. Passaram uma lista em que todos colocavam seu nome completo e um meio de contato; telefone ou e-mail. Queriam ser avisados da publicação do meu livro de poemas e queriam comparecer para o lançamento e noite de autógrafos. Foram eles os incentivadores para que eu publicasse esse meu primeiro livro de poesia que agora vou dar de presente para vocês que visitarem meu site nesse período.

WhatsApp chat